Tecnologia |

Tecnologia: Apple e Google usarão Bluetooth para rastrear o coronavírus

As gigantes da tecnologia estão se movimentando para ajudar no combate do COVID-19

Google e Apple
compartilhe!

Na semana passada as gigantes do Vale do Silício anunciaram uma parceria para o monitoramento de quem teve contato com contaminados pelo coronavírus. A ideia é tentar frear a disseminação da doença.

Elas utilização o velho Bluetooth como base do sistema, já que basicamente ele está inserido em todos os tipos de telefones e possui um nivel muito baixo de consumo de bateria.

Além de um aliado para utilizar as redes sociais, seu celular pode ajudar na sua saúde!

As empresas já estão pensando em maneiras de melhorar o nível de precisão e de alcance do sistema, visto como mais eficaz do que outras ferramentas semelhantes — na Coreia do Sul e em outros países, o QR Code chegou a ser usado para emitir este tipo de alerta.

Sistema dependerá de apps específicos

A tecnologia desenvolvida por Google e Apple para rastrear os casos de coronavírus funcionará em conjunto com apps específicos, mas dependerá da autorização dos usuários para ter acesso aos dados de geolocalização. Quem possuir o app com a tecnologia e tiver ativado o Bluetooth trocará um código com outros celulares nas proximidades.

Caso uma dessas pessoas confirme, no aplicativo, que se contaminou com o coronavírus, o sistema enviará um alerta para todos os que estiveram próximos dela durante o período em que o código ficou armazenado no celular (14 dias), porém sem informar quem está doente.


Imagens

Outras Notícias